ATÉ HOJE II: nada foi feito

Por Arlinda da Silva, Arnaldo Mariano Arcanjo, José de Félix, José Vicente Fortunato, Maria Geralda Oliveira da Silva, Odete Cassiano Martins, Vanusa Aparecida Pereira Cerceau e Wigsmar Ederson da Silva Com o…

ATÉ HOJE III: presos(as) dentro de casa

Por Gilmara da Conceição dos Santos Dias, José do Nascimento de Jesus, Ramila Cerqueira Mol, Renata Cristina Nascimento Silva, Vera Lúcia Aleixo Silva e Vinícios Rocha dos Santos Com o apoio de…

COMO ESTÁ O

REASSENTAMENTO?

Editorial (Novembro/2020)

Por Genival Pascoal Neste 5 de novembro, completam cinco anos do crime da Samarco, da Vale e da BHP Billiton, em Mariana. São cinco anos em que as marcas do crime são…

Desafio da participação dos atingidos em tempos de pandemia

Por Laís Aparecida Santos de Oliveira (mobilizadora), Juliana Aparecida Cobucci (assistente social), Verônica Medeiros Alagoano (coordenação)  A pandemia do novo coronavírus, que atinge a população mundial, significa também o agravamento da situação…

O crime não compensa

Por Caromi Oseas e Sara Côrtes Gama No dia 26 de agosto ocorreu a primeira audiência judicial, sobre compensações, da qual as famílias das comunidades atingidas não puderam participar presencialmente. A audiência…

Do quintal à nossa mesa

O alimento que chega à nossa mesa traz consigo muitas histórias, pois carrega um pedacinho do produtor que semeou a terra, plantou as sementes e esperou, atento, pelo tempo da colheita. Esse…

FOTOGRAFIA

REPORTAGEM ESPECIAL

COLUNAS

Em Papo de Cumadres, Sérgio Papagaio traz a prosa entre duas senhoras atingidas pela tragédia socioambiental
Em Direito de Entender, o promotor Guilherme Meneghin explica quais são os direitos das comunidades atingidas e esclarece quais são as obrigações por parte das mineradoras envolvidas
CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend