Moradia

Vai reassentar Paracatu, mas como?

O processo do reassentamento de Paracatu ainda é motivo dúvidas entre os(as) atingidos(as). A comunidade exige da Fundação Renova/Samarco/Vale e BHP transparência, participação e agilidade nas decisões que, até hoje, continuam no vai e vem de rascunhos e estudos sem fim

9 Compartilhamentos

Uma visita à Barra Longa

Enquanto os atingidos de Mariana discutem os caminhos para as novas comunidades, os moradores de Barra Longa já convivem com a má qualidade das reformas e das reconstruções feitas pela Fundação Renova/empresas

7 Compartilhamentos

Por que os atingidos estão construindo diretrizes para o reassentamento?

Após dois anos do crime, as empresas nada fizeram para garantir o reassentamento das famílias, com condições dignas, seguindo as necessidades principais dos moradores. E é por isso que, agora, os próprios atingidos correm contra o tempo para documentar, em mais de 80 orientações, as diretrizes para o reassentamento

6 Compartilhamentos

Viver inseguro

Enquanto lutam pelo direito à reparação do crime socioambiental, moradores que ainda vivem nas comunidades atingidas lidam com a desconfiança e a angústia diária de viver no rastro da lama

1 Compartilhamentos

Uma visita ao Complexo de Germano

Se há dois anos nos perguntávamos onde estavam as sirenes, que poderiam ter salvado as 19 vidas, hoje nos questionamos de quem é a responsabilidade em alertar as pessoas que uma barragem está construída sob suas cabeças.

10 Compartilhamentos
CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend