Gesteira

Por Sérgio Papagaio

Foto: Sérgio Papagaio

Gesteira, 5 de novembro de 2020,

O Gesteira, hoje, é o retrato vivo do descaso das empresas mantenedoras da Renova. Abandono, tristeza e dor marcam os cinco anos do rompimento da barragem de Fundão.

Após esse tempo, as ruínas da pequena vila do Gesteira, quase todas cobertas de lama, ainda se mantêm inertes. Nada foi feito em relação ao reassentamento e/ou às indenizações. Existem, até hoje, pessoas que não receberam o cartão emergencial. 

A igreja e as casas soterradas pelo rejeito de minério, em seu silêncio, dialogam com o rio Gualaxo na maior e mais fiel denúncia que já se fez da tragédia que continua em curso. Os antigos moradores foram lá para ouvir a vila, mas nada disseram. Todavia,  seus olhares contam uma história de dor e abandono.

Foto: Sérgio Papagaio
Foto: Sérgio Papagaio
Foto: Sérgio Papagaio
Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados

CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend