Gualaxo

Ver galeria
18 Fotos
Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Gualaxo

(Fotos: Erasmo Ballot/Veias Workshop)

Por Lia Mol Carneiro

Com apoio de Erasmo Ballot (Veias Workshop)

Uma missão forte, impactante e de muita responsabilidade: Rio Gualaxo do Norte, o condutor da lama. Um rio que já foi símbolo da vida, e que agora está quase morto. A minha ideia foi mostrar o contraste entre o antes e o depois, o passado e o presente, a vegetação e a lama. A luta da natureza em sobreviver em um ambiente poluído por rejeitos, e que em meio a isso, uma vida em volta do rio tenta aparecer. Com a ela, a esperança representada pelo verde.

Ah, a relação que a gente tinha com o rio era muito forte. A vida inteira nossa foi tomando banho lá, pescando. E era o lugar onde o gado matava a sede. A gente também tinha plantação na beira do rio, plantava milho, feijão e ainda fazia telha e tijolo na nascente do rio.Tirava a argila, amassava, colocava na fôrma e deixava secar pra colocar no forno.

O Gualaxo significa muita coisa. A natureza traz coisa demais pra mim. A gente tem que cuidar dela porque já tá quase acabando, né.

Agora acabou tudo. Fácil não é não. E é como se tivessem cutucando o machucado, ficar lembrando de coisa que não tem mais.

Lia Mol Carneiro, moradora de Paracatu de Baixo (atualmente reside em Águas Claras)

COMENTE

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados

CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend