Atingidos pela barragem da Samarco se tornam repórteres em jornal

O jornal A Sirene é um veículo de comunicação que luta pelo direito de voz dos atingidos pela barragem do Fundão, da mineradora Samarco, em Mariana/MG. Realizado pelos próprios atingidos, o jornal é mantido por um acordo entre eles, a Arquidiocese de Mariana e o Ministério Público.

Com publicação impressa e digital, o jornal A Sirene é divulgado no dia 5 de cada mês, desde fevereiro de 2016, lembrando assim, o dia em que a tragédia mudou a vida de diversas comunidades em Minas Gerais e no Espírito Santo.

Entre as principais características que norteiam o trabalho do veículo está a produção direta dos atingidos. Por meio de relatos, experiências, dúvidas e anseios, eles se tornam os repórteres e suas próprias fontes. Nesse jornalismo, a primeira pessoa é sempre bem-vinda, com o objetivo de retratar o mais fiel possível a voz da comunidade envolvida.

A produção do veículo ainda é feita a partir do coletivo ”Um Minuto de Sirene”, dos projetos de extensão da UFOP “Nos Bastidores da Notícia” e “A Sirene e o Direito à Comunicação dos Atingidos pela Lama”, além de alunos do curso de jornalismo da universidade. O jornal A Sirene também recebe o apoio do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e do coletivo “Mídia, Identidade, Cultura e Arte (MICA)”, por meio da ONG “Brazil Foundation”.

Os apoiadores:

Um Minuto de Sirene – Coletivo de moradores da região dos Inconfidentes que surgiu a partir de um dos maiores desastres ambientais do Brasil. Todo dia 5 de cada mês, o grupo lembra das falhas no plano de emergência da Samarco e luta pela preservação das memórias dos atingidos.

Nos Bastidores da Notícia – Direcionado à crianças e adolescentes de bairros periféricos da cidade de Mariana/MG e região, o projeto é promovido por alunos do curso de jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e busca capacitar seus participantes para uma leitura crítica e construtiva da mídia.

MAB – É um movimento popular, reivindicatório e político. Com prática militante é orientado pela pedagogia do exemplo e luta pela direção coletiva da sociedade.

Coletivo MICA – Criado por ex-alunos do curso de jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto, que integraram o projeto de pesquisa e extensão “Nos Bastidores da Notícia”. O grupo entende que a constituição do coletivo amplia as possibilidades de participação na construção de uma sociedade mais justa, na qual a comunicação exerce papel fundamental.

Brazil Foundation – Organização Não-Governamental de brasileiros que vivem fora do país e mobilizam recursos para ideias e ações que transformam o Brasil. Trabalha com líderes e organizações sociais e uma rede global de apoiadores para promover igualdade, justiça social e oportunidade para todos os brasileiros.

Assessoria de Comunicação – Jornal A Sirene

COMENTE

Ainda não há comentários

Deixar uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend