Papo de cumadres: escola

Consebida e Clemilda lamentando a perda do espaço coletivo da escola do Gesteira Velho.

– Na escola nova, perderu espaçu também.
– Ué, qui ispaçu?

– Cê tá meio abobada, num fizeru a iscola nova du ladu da antiga quadra, isbirrada naquele cantu, toda apertada?

– Clemilda, cê lembra da mulecada correnu pra tudu quanto era ladu na escola que a lama matô?

– Então, num lembru?! Dus mininus coitadin, soltus iguar pintin, nadandu nesse gramadu, aprendenu a lê e como é tão bão vivê!

– Era, cumadre, a minha esperança nus pés daquelas criança, a juventude correndu pra abraçá essa pobre véia de trança.

– Também sintu dimais a farta quês mi faz. Tão tudu crescenu, num demora vira rapaz. Meu medu é quês fique presu na sardade du passadu, amargandu essa paixão da iscola veia dentru da iscola nova, que fizeru nu mutirão.

– Presu, como assim?
– Lá du outru ladu onde a iscola sumiu nu barru, ês tinha ispaço de montão, aqui onde a Samarcu cometeu o segundu crime com a educação, ês num têm lugar direitu, pois tudu ficou istreitu.

– Nissu eu tenhu que te dá razão. A iscola parece de brincadeira, num tem a cara du Gesteira, perdeu  graça e emoção, essa istranha construção.

– Uma coisa eu gostei, nus desenho da parede teve um que me chamou atenção. Um pedaçu de palavra fez brotá na minha cara uma gota de emoção.
– Que palavra é essa que, mesmo fartanu pedaçu, te faz sonhar como criança?

– É a única capaz de mi fazer sonhar e acalentar meus anseio de criança.
– Criança? Cê é veia, Clemilda.

– Sô não! Todu mundu vira criança tendu nu coração um pedaçu de ESPERANÇA.

– Então, cumadi, ainda tem um pedaçu de isperança que tragu como alentu, de ter uma escola nova nu reassentamentu.

– Cumadre, a esperança, mesmu partida, ainda é pega pra fazer uma iscola iguar era. Us mininu sortu correnu com as perna que nós num temu.

– U pedaçu que farta da palavra isperança, na parede daquela iscola, nós intera com as criança, que, por si só, já é maior que a isperança.

COMENTE

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados

CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend