Papo de Cumadres

Quem vai pagar o aluguel das terras que a Samarco usou para o rejeito depositar?

Por Sérgio Papagaio

Foto: Júlia Militão

Consebida e Clemilda estão curiosas pra saber de quem cobrar o aluguel de suas terras e casas que a Samarco encheu de rejeito e até hoje num deu um jeito.

– Cumadre te perguntu di veudade se u meu boi fô pastá nas sua propriedade eu tenhu que te pagá pastage, se eu morá na sua casa vô tê que te  pagá hostedage. 

– Cumade alivia meu peitu, isprica istu di um mio jeitu.

– Pois bem, prestensão porque que eu queixu, se minha casa tá cheia de rejeitu eu possu levá us movi du meu barracu e mora lá na Samarcu?

– Encheru minha garage de rejeitu se eu pusé meu carru  na garage da Samarcu este seria u jeitu?

– Ô será quês vai pagá u aluger da minha casa pamode u regeitu podê morá.

– E u meu quintá quantu quês vão pagar pelus quatru anos que a lama ta lá. 

– E us meus boi, que as grama dês cume, a Samarcu com u rejeitu dus infelnu, arrunô um geitu de podê tampá, será que eu possu levá ês pra nas terra da Samarcu podê pastá? 

– Diz quês  alugô as terra dum fazenderu pra uma parte du regeitu depositá, será quês vai pagá pru meu quintá que há quatru ano u regeitu da Samarcu resouveu nele pousá, u mesmu que pagaru lá? 

– Cumadre minha fia de Deus pra quem é pobre ês trouxe tristeza, mais prus ricu truxeru foi mais riqueza. 

COMENTE

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados

CADASTRE-SE NA NEWSLETTER

Send this to a friend