O que esconderam de nós

“Só agora que veio ao nosso conhecimento que o deslizamento de terra aconteceu no dia 15 de maio. Eles esconderam isso da gente. No mês passado, quando soubemos que havia acontecido um deslizamento no terreno da Fazenda Floresta [onde a Renova/Samarco está construindo Diques], pensávamos que fosse algo recente.”

Leia mais

A nossa luta

“Primeiro, achamos que essa história acabaria depressa. […] Depois, percebemos que já estava demorando demais. Agora, já vai para três anos. […] Dizem que ‘tal coisa’ não se aplica aos critérios da empresa. E, então, perguntamos: Qual o critério que eles encontraram pra jogar rejeito na gente?”

Leia mais

“Eles resolvem com mais barragens”

A rotina de Santana do Deserto se transformou novamente desde que a Fundação Renova/Samarco iniciou a limpeza na Hidrelétrica Risoleta Neves. Para a fundação/empresa, a solução para a limpeza do rio atingido foi uma das mais questionáveis: uma nova barragem para depositar os rejeitos retiradas da água.

Leia mais

A força do Gesteira

Gracinha Lima, Gracinha Costa e Vera Lúcia acompanhavam sempre juntas as orações na Igreja Nossa Senhora da Conceição. Após o rompimento, o local fechou e o grupo de orações teve que ser reconfigurado. Ainda assim, elas fazem parte agora de uma união que mantém um pouco dos costumes da comunidade, em meio a luta pelo reassentamento.

Leia mais

“Vai ser lá na casa do Zé Baio”

Para as comunidades da zona rural, “a casa do Zé Baio” se tornou o principal ponto de encontro para realizar assembleias e discutir direitos. Assim, a história desse lugar vem se misturando com a história desses atingidos(as)

Leia mais

Estamos juntos, não importa a distância

Viajamos até a cidade de Congonhas e chegamos bem próximos da Barragem Casa de Pedra, que ameaça a vida de inúmeras famílias. Decidimos que havia chegado a hora de compartilhar nossas experiências e medos com aqueles que talvez ainda não saibam, mas já possuem uma luta a cumprir

Leia mais

É ser forte e aguentar

Resiliência é você perder tudo e ainda conseguir levantar da cama. É saber que tem que se manter forte, porque tem várias pessoas que precisam e confiam que você pode fazer a diferença.

Leia mais

Sobre viver com a reparação

Desde o rompimento da Barragem, os atingidos(as) precisam contar com o cartão de auxílio-reparação e, de lá pra cá, as mudanças fazem parte do cotidiano das famílias. O que é sobreviver com uma reparação? O que é viver à mercê de burocracias e (não) reajustes?

Leia mais