Mariana território atingido

Ilustração de mapa do Rio Doce com pontos demarcados das comundidades atingidas

Neste mês de maio de 2022, a Cáritas MG faz o lançamento do Museu Virtual Mariana Território Atingido, desenvolvido em parceria com a Comissão de Atingidos pela Barragem de Fundão (CABF) e o Jornal A SIRENE. O site, que estará disponível para acesso tanto pelo computador quanto por celular, é um produto criado a partir de uma leitura ampla e sistemática das informações obtidas ao longo do processo de Cadastramento das Pessoas Atingidas pelo Rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana. Iniciado em fevereiro de 2018, o cadastro foi reformulado com a participação das comunidades atingidas e aplicado pela Assessoria Técnica Independente. Trata-se de uma grande conquista do direito de dizer sobre as próprias perdas. O museu virtual dá a ver a grandeza desse povo, que tanto sofre e luta por reparação justa e integral.

O Museu Virtual Mariana Território Atingido é a consolidação desses quatro anos de incansável trabalho em escutar o indizível e registrar todo o irrestituível. A equipe da Cáritas MG buscou, em centenas de oficinas de cartografias sociais familiares e relatos de tomadas de termo dos danos imateriais, sentidos de comunidade e as importâncias para as mais de 5 mil pessoas atingidas cadastradas – ainda que atravessadas pela lama de rejeitos da mineração.

Após mais de seis anos do crime-desastre de grandes proporções que colocou essas comunidades em evidência justamente pela devastação, representá-las nesse museu virtual não é repetir as violências impostas a essas pessoas. A partir do que foi construído em intenso diálogo com as pessoas atingidas, o Mariana Território Atingido é, antes de tudo, uma forma de contar os aspectos da vida – da luta e do luto – dessas comunidades.

São tecidos fragmentos, que compõem um museu virtual que conta a história da dor, das vivências e da luta com imagens, textos, vídeos e outros formatos. A composição é marcada pela interdisciplinaridade do cadastro e pelo processo de reflexão das trabalhadoras e dos trabalhadores que se dedicaram a elaborar e produzir a partir do experienciado cotidianamente junto às pessoas que são protagonistas dessas histórias.

Como orientado em cada ida a campo, repetimos: percorramos o Mariana Território Atingido com respeito e cuidado. Tudo ali pertence aos atingidos e às atingidas.

Mais informações sobre o lançamento do museu virtual serão divulgadas em breve, acompanhe as nossas redes sociais @CáritasMG.