Papo de Cumadres: São José também é atingido

Imagem de presépio com São José ao centro com Jesus nos braços

As duas comadres Clemilda e Consebida estão com o coração cheio de graças e ao mesmo tempo tristes com a festa do patrono de Barra Longa, São José.

— cumadre Clemilda cê vil que lindeza que tava o arranjo que Fabiano Mendes, quês chama de boy, fez pra São Jusé na intrada du salão paróquia?

–/- intonse, vê eu vi, a beleza, mais sem a menor aligria e sim com muita tristeza.

— uê que diachu cê tá muito triste e abatida, nem a festa de São Jusé conseguiu botá seu animus de pé?

–/- pois é, cumé que eu vô fica feliz se a festa foi selebrada fora da matriz? É como tá  contecenu com nois, todu aniveusário depois  du rompimentu nóis passa fora de casa e eu num sintu aligria, só uma tristeza danada, u mesmu eu sinti quandu vi a festa de nosso padrueiru sendo selebrada nu meio du terreiru, cubeltu com um toudu de lona, nem foi foia de banana, que coisa mais cafona.

— ai cumadre de Deus, agora meu coração dueu, uma festa tão bunita mais eu tinha me isquecido que são Jusé também tinha sidu atingidu, a renova fechou  a casa dele, a nossa igreja, obriganu u pobre coitadu mais uma vez sai de sua casa, como esse mesmu povo fez ele com a virge Maria fugi para Belém onde ela teve seu santu  neném.

 –/- oia se num é de dá dó e de fazê u coração ficá doloridu: toda a cidade de Barra Longa e até u nossu padrueiru, somus tudu atingidu.