Perfil: Mauro Marcos da Silva

Integrante da Comissão de Atingidos pela Barragem de Fundão (CABF) de Mariana

A CABF é um coletivo eleito e legitimado desde 2015 pela dedicação de incansáveis esforços para que as suas comunidades sejam reparadas. Conheça um pouco mais sobre essas pessoas e as principais conquistas alcançadas ao longo destes seis anos de luta. Saiba mais na matéria “Nós Somos a Comissão

* * *

Mauro Marcos da Silva, 52 anos, comerciante. Representante de Bento Rodrigues.

Mauro Marcos é representante de Bento Rodrigues, desde 2016, na Comissão de Atingidos pela Barragem de Fundão (CABF). “Dentro da Comissão eu sou mais um que está na luta por justiça”.

O que te motiva?

O que me motiva a estar presente na Comissão é o senso de justiça. Muitas vezes eu abro mão da minha vida particular, do meu trabalho, do convívio com a família, simplesmente para buscar algo melhor e buscar pela reparação das pessoas que talvez não tenham a capacidade de lutar pelos seus direitos. Às vezes não é por covardia ou por desânimo, mas por perceber que a luta é desigual diante dos poderosos, essas pessoas acabam aceitando que as coisas venham do jeito que vier. Eu optei por me engajar na luta, e aí estou até hoje. Às vezes sacrifico o meu trabalho e a vida particular para participar de audiências. O meu dia de trabalho é perdido quando tem audiência, porque como trabalho por conta própria, não marco serviço em dia de audiência, já deixo o dia por conta  disso, para ter uma tranquilidade, para chegar na hora da audiência, se possível, quando a juíza deixa a gente fazer os questionamentos necessários. Então a minha principal motivação para fazer parte da Comissão é o senso de justiça, a busca incansável pela justiça, pelo menos naquilo que mais se aproxima do que a gente considera justo.

Quais as maiores conquistas da Comissão?

A principal conquista da Comissão é o fato dela poder se formar, poder existir e poder atuar até hoje. Através do Dr. Guilherme, que viu a necessidade de formar uma Comissão para que se levasse até ele, às empresas e até a justiça as necessidades, e ninguém melhor do que as pessoas que fazem parte da comunidade para saber suas necessidades. A primeira Comissão constituída foi em Mariana e serviu de parâmetro para o restante da bacia. A própria Cáritas, que é a assessoria técnica que nos ajuda, também foi uma conquista da comissão junto ao Ministério Público. Também cito a não permuta, porque era um pleito que as empresas já vinham, até antes do rompimento, cercando e tentando comprar as grandes propriedades no entorno de Bento Rodrigues. Então, a não permuta foi uma das grandes conquistas, assim como o direito de usufruir e estar nos territórios atingidos, que a todo tempo as empresas queriam nos afastar, principalmente de Bento, não nos queriam lá. Agora o que a gente mais busca é o reconhecimento da Matriz de Danos, para que ela seja homologada pela juíza e que sirva de parâmetro para que as indenizações sejam pagas pela Matriz de Danos.

Integrantes da CABF. Arte: Wandeir Campos